Taquaruçu oferece boa gastronomia, lazer e passeios inesquecíveis

Nos acompanhe em tempo real:
Compartilhe nas redes sociais:
07/07/2018 14h00
0 Comentários

Distante apenas 30 km do centro da cidade, o distrito de Taquaruçu é um refúgio para quem quer escapar do clima quente da Capital neste período do ano, e encontrar o clima serrano aqui mesmo em Palmas. O distrito conta com diversos atrativos turísticos disponíveis com estrutura para receber bem o turista.

 

 

Antes de adentrar no distrito é possível deliciar-se com um banho em águas geladas dos três atrativos disponíveis: a cachoeira Taquaruçu, balneário Lajeiro e Balneário Recanto Natureza. De fácil acesso, com estrutura de bar e restaurante, torna-se um dos locais mais visitados para os que não desejam realizar uma grande caminhada, e, é possível, também chegar lá por meio do transporte coletivo. 

 

Chegando ao distrito o visitante se depara com bucólica vila, que conserva aspectos do interior, com um charme peculiar das casinhas antigas e coloridas. Em Taquaruçu também é possível hospedar-se bem nas quatro pousadas disponíveis, duas no centro da cidade e duas mais afastadas, cada uma mais charmosa e aconchegante que a outra. Detalhe, é importante fazer as reservas com antecedência, pois todas possuem poucos leitos disponíveis, e neste período de férias costumam ficar lotadas.

 

Outra opção de hospedagem é alugar uma casa, seja por final de semana, ou a semana inteira. Há varias delas mobiliadas e preparadas para receber famílias inteiras, garantindo privacidade e proporcionando ao visitante experimentar um pouco de como vivem os locais. O empresário Kamilo Lemos, proprietário de duas delas, ressalta a necessidade de reserva antecipada. Segundo ele, para eventos como o Festival Gastronômico de Taquaruçu (FGT) nenhuma delas  está mais disponível para locação.

 

Quem deseja uma emoção a mais pode aventurar-se na maior tirolesa da região norte do Brasil. O atrativo conta com 1.300 metros de extensão e 200 metros de altura, e garante emoção e vista panorâmica de uma bela paisagem do vale de Taquaruçu. Depois, é possível refrescar-se nas belas cachoeiras do Vai-Quem-Quer e Sambaíba. Só o caminho com mirantes que possuem uma visão privilegiada da cidade já vale a pena o percurso.

 

De volta ao distrito, o visitante poderá deliciar-se com um dos pratos mais pedidos por lá: o frango caipira; e para aproveitar o clima da região, a dica é um charmoso restaurante situado em uma chácara dentro do próprio distrito, possuí decoração rústica e ambiente familiar, e serve comida caseira, mas com uma gastronomia impecável. O espaço ostenta em suas paredes vários troféus do Festival Gastronômico de Taquaruçu. Para fechar, peça uma cocada assada de babaçu com molho de murici, uma das iguarias vencedoras do FGT. 

 

Na natureza

 

Para àqueles que reservam um fôlego a mais para uma boa caminhada, com uma pitada de aventura, a cachoeira do Escorrega Macaco e da Roncadeira é uma boa opção, pois para chegar até lá é preciso enfrentar uma trilha de 1,5 km na mata, além de uma subida íngreme de escadarias. Na Roncadeira, a mais alta do distrito, com 70 metros de altura, é possível praticar rapel, com instrutores especializados e todos os equipamentos de segurança.

 

Tendo mais fôlego, é possível seguir a TO 030, e ir até a cachoeira do Evilson. Esta também exige do visitante um pouco de preparo físico para enfrentar a descida acidentada do local. Mas com cuidado é possível chegar lá com segurança. A recompensa é um banho refrescante, na cachoeira encravada em um vale, o que torna a água sempre gelada, e é uma das quedas d’água mais caudalosas do distrito. Lá também funciona um camping e um restaurante caseiro, mantido pela família proprietária do local. Outra cachoeira na região e a Araras, localizada na fazenda ecológica e o camping Canto Verde. 

 

Voltando para o centro do distrito, na praça vereador Tarcísio, é possível comprar artesanatos e souvenires na loja “Tudo Daqui”, uma cooperativa das artesãs locais idealizado pelo projeto de estruturação turística do distrito. Lá é possível comprar pequenos mimos de fibra, palha e óleo de buriti, palmeira em abundância na região, dentre outros objetos, de cerâmica, pano, bordados etc.

 

Chegando à praça central, Joaquim Maracaípe, no final da tarde a programação oferece oportunidade ao visitante de recuperar as energias com os diversos quitutes locais, como a deliciosa tapioca da Regina. A de carne de sol, preferência regional. O cardápio gastronômico conta aindacom um farto café colonial, hamburgues caseiros e massas.

 

Uma esticadinha na noite conta com badalados points do momento, “O Vila dos Sabores”, um barzinho charmoso, com decoração de muito bom gosto e música ao vivo, e uma cardápio com deliciosos petiscos de boteco, onde é obrigatório experimentar um deles, que é o “mix de sabores”, trata-se de vários petiscos premiados no maior evento gastronômico da Capital, o Festival Gastronômico de Taquaruçu.

 

Outros pontos culturais e projetos também vale a pena serem visitados no distrito, como a Aldeia Taboka grande, Pedra do Pedro Paulo, Canto das Artes e Circo os Kaco. Enfim, Taquaruçu tem passeio para todos os gostos, desde o descanso até a aventura. O importante é escolher o tipo de passeio, se planejar e curtir os bons lugares que o destino oferece.

Texto:
Gostou?
  • (0)
  • (0)
Compartilhe:

0 Comentários

Nome:
E-mail:
Comentário:
Caracteres restantes: 700
 
  • Nenhum comentário publicado.
REVISTA HELLO
Cadastre o seu e-mail e receba as novidades do site.